19 outubro 2011

Osasco enfrenta Sesi na briga pelas primeiras posições

Equipe entra em quadra pelo Paulista depois de conquistar o bronze no Mundial do Qatar


Por Thiago Leme

O Sollys Osasco volta a jogar pelo Paulista nesta quinta (20), às 19:30, no Ginásio José Liberatti. A partida é confronto direto na luta pela liderança da primeira fase, já que o Sesi tem 2 derrotas, enquanto Osasco e Volei Futuro apenas uma. Atualmente a equipe da capital ocupa a primeira posição com 20 pontos, mas tem 2 jogos a mais que o combinado osasquense, que aparece na quarta posição (confira classificação).  

Hooker segue treinando com a seleção estadunidense. Thaisa, Tandara e Fabíola participam do Pan-Americano. Jaqueline teve uma lesão cervical durante a primeira partida da seleção e deve voltar no fim do ano. Desespero? de forma alguma. No Mundial de Clubes 2011, no Qatar, o Osasco provou que tem um grande elenco. As osasquenses  apresentaram um bom voleibol, ficaram com o bronze e aparecem na lista dos destaques individuais. Adenízia foi a melhor bloqueadora do torneio. 

Mesmo sem passar para a final, as jogadoras voltaram com a experiência de um campeonato de alto nível técnico. E o time vai precisar dessa bagagem internacional na briga pelo título paulista, já que Adenízia e Camila Brait estão pré-convocadas para a Copa do Mundo no Japão em novembro (inscritas no site da FIVB entre as 20).  Larissa e Léia devem ser as substitutas se  a convocação for confirmada após o Pan de Guadalajara.

O Sesi vem com moral, venceu seus dois últimos jogos por 3 a 0 e alcançou a liderança provisória do torneio. A vitória mais importante foi contra o São Bernardo, fora de casa, realizada no dia 12 de outubro. Uma derrota significa, praticamente, o adeus ao primeiro lugar e a vantagem de decidir duas da melhor de três em casa na semi e na final


Declarações:


Luizomar de Moura, técnico do Sollys Osasco:
“O Mundial foi muito importante pelo nível técnico das equipes adversárias e principalmente pela maneira que nossa equipe jogou. Agora de volta ao Paulista teremos novamente pela frente uma equipe de alto nível com muitas jogadoras experientes e consagradas, como são os casos da Sassá, da Elisângela e da Soninha. É um clássico que ficará tradicional nas próximas temporadas já que, apesar de ser o primeiro ano no feminino, o Sesi montou uma grande equipe. Para vencer o jogo vamos precisar atuar muito bem taticamente, sacando com eficiência e fazendo a nossa virada de bola funcionar. É um adversário direto e a vitória nos colocará em vantagem em relação ao Sesi”
 “Foi uma grande partida e jogamos muito bem lá no Sesi. Naquele jogo contamos com a Jaqueline, mas não tínhamos nem a Adenízia e nem a Ivna. O time está vindo de um grande Campeonato Mundial e está bem entrosado. A equipe tem tudo para fazer um grande jogo, mas, logicamente respeitando o adversário porque sabemos que do outro lado temos uma grande equipe”

Adenízia, central e melhor bloqueadora do mundial:
“O Sesi é uma equipe de respeito e experiente.  Já enfrentei muitas meninas que estão lá e foram companheiras que me ensinaram muita coisa. Eu não estava no primeiro confronto, mas não podemos tirar esse jogo como base porque elas estavam começando a formar a equipe. Portanto, não podemos nos iludir por ter ganhado o primeiro jogo. Sendo assim, temos que entrar concentradas, alegres e atuando como equipe. Precisamos jogar melhor porque elas estudaram a nossa equipe e estão com mais ritmo de jogo. Então, para vencer temos que entrar fortes o tempo inteiro”.



Equipe provável: Karine, Jú Costa, Samara (Silvana), Ivna, Bia, Adenízia e a líbero Camila Brait

Local da partida: 


Gin. Mun. Prof. José Liberatti - R. Jubair Celestino 150 /


(próx a estação de trem Osasco)


Capacidade: 4.500 pessoas