29 outubro 2011

Vôlei Futuro bate Sollys e reassume liderança

Fonte: Saque viagem

A exemplo do que aconteceu diante do BMG/São Bernardo, o Sollys/Nestlé voltou a sentir a ausência das titulares, neste sábado (29), no desafio frente ao Vôlei Futuro. O time da casa alternou bons e maus momentos, abriu vantagem e sofreu viradas, não resistindo ao elenco do interior.

Soberano na rede e decisivo na virada de bola, o Vôlei Futuro superou o Sollys por 3 sets a 0 (25/23, 25/21 e 25/20) e assumiu a liderança do Campeonato Paulista, com 24 pontos ganhos, um a mais que o Sesi-SP e o próprio Sollys, na segunda e terceira posições, respectivamente. 

Na próxima rodada do Estadual, marcada para o dia 2, às 19h30 (de Brasília), o Vôlei Futuro defende a primeira posição diante do Pinheiros, em São Paulo, enquanto o Sollys visita o Uniara/Julia Moraes em Araraquara. Os jogos definem o posicionamento para as semifinais.

O Sollys encheu a torcida de entusiasmo ao abrir melhor o clássico no José Liberatti. Mesmo com um time composto por jovens talentos, o Sollys não se intimidou com Walewska e companhia e colocou cinco pontos de vantagem (8/3). O elenco do interior, porém, passou a acertar a mão no ataque e virou para cima das donas da casa.

Entre a primeira e segunda paradas técnicas, o técnico Luizomar de Moura se viu obrigado a pedir dois tempos, além de trocar Silvana, Karine e Ivna por Samara, Vivi e Helô. Sem surtir efeito, as substituições foram logo desfeitas. E o Sollys até chegou ao empate de 17 a 17, mas o Vôlei Futuro foi melhor na parte decisiva e anotou 25 a 23.

Mais uma vez, o Sollys abriu para cima das adversárias no segundo set. Mas, mais uma vez, o time da casa não soube jogar com a vantagem a favor. O Vôlei Futuro se virou melhor no ataque e cresceu na rede, com uma boa marcação sobre as anfitriãs, fatores decisivos para as araçatubenses reassumirem o comando no final (25/21).

Diferente dos outros sets, o Vôlei Futuro liderou a primeira parte da terceira parcial. Mas o Sollys alcançou o empate e passou a jogar colado nas oponenetes. Em um dos ralis mais longos da partida, Fê Berti mostrou categoria ao atacar no fundo de quadra rival e fazer 12 a 12, após 44 segundos de troca de bolas.

Vendo a rede empacada, Luizomar optou por promover a inversão do 5-1. Vivi e Helô, porém, só duraram uma rotação (16/17). Com Karine e Ivna em quadra, o Sollys tomou mais dois pontos seguidos do Vôlei Futuro, obrigando Luizomar a queimar mais um tempo. O time de Araçatuba não perdeu o ritmo e marcou 25 a 20 na última parcial.

Campeonato Paulista 2011 - classificação e jogos