29 maio 2012

Mundial de Clubes: equipes e favoritos

Por Thiago Leme
Coluna do Vôlei

Quase tudo definido para o Mundial de Clubes, falta apenas o representante Sul-Americano. A CSV ainda não definiu formato, datas e sede do torneio continental, mas se for como nas duas últimas edições, com a indicação de apenas um time brasileiro, o Osasco é o favorito.

O campeão europeu foi o Fenerbahçe, que perdeu jogadoras como Fabiana e Sokolova, além do técnico da seleção brasileira Zé Roberto Guimarães. Porém, a equipe está se movimentando para formar uma grande time e renovou com a ponteira Yeon-Koung Kim e está negociando com grandes jogadoras, como Mari e Vasileva. Com certeza será um adversário forte e um dos favoritos ao título.



O convidado ao torneio é o atual campeão mundial Rabita Baku, que sofre modificações com a chegada do técnico italiano Marcello Abbondanza. As ponteiras Natasa Osmokrovic e Natalya Mammadova estão de saída. Por sua vez, o clube anunciou contratações de peso: a oposta colombiana Madeleyne Montaño, a ponteira/oposta porto riquenha Aury Cruz, a levantadora polonesa Katarzyna Skorupa e a líbero sérvia Suzana Cebic.

O representante africano será novamente o Kenya Prisons, campeão africano. Na Ásia, o Tianjin Bridgestone foi campeão e ficou com a vaga. O representante da Norceca (América do Norte, Central e Caribe) será o Lancheras de Cataño.

Os maiores adversários serão, sem dúvida, as equipes européias Fenerbahçe e Rabita Baku. O time do Azerbaidjão está a frente nas negociações e por enquanto desponta como principal adversário do representante Sul-Americano. Mas o mercado do voleibol está a todo vapor e o Fenerbahçe promete novidades em seu elenco.

A verdade é que não haverá torneios de seleções e os times estarão completos. Assim, se o Osasco confirmar a vaga e com o time que está montando à disposição, será um dos favoritos na competição. Dependendo das negociações dos europeus, pode ser a principal equipe o torneio, pois tem a base da seleção brasileira. Basta aguardar o formato do Campeonato Sul-Americano de Clubes, se apenas uma equipe de cada país for indicada, o Osasco carimba a vaga. Se a CSV indicar dois clubes brasileiros, mais uma final entre Rio e Osasco deve definir o representante. O Osasco é o atual tricampeão Sul-Americano (2009, 2010 e 2011) e a final de 2009 foi contra o próprio Rio de Janeiro.

O Sollys/Osasco disputou a final do Mundial em 2010 e perdeu para o Fenerbahçe, dirigido pelo Zé Roberto. No ano passado, a equipe ficou com o bronze, após a desistência do Rio de Janeiro de disputar o Sul-Americano sob alegação que não poderia contar com as titulares, que disputariam o Pan pela seleção, no Campeonato Mundial. O time osasquense aceitou o desafio e levou o bronze com o time reserva, preparando as jogadoras mais jovens para os próximos torneios da temporada. Não houve campeonato em 2009.
O Campeonato Mundial de Clubes de voleibol será disputado em Doha, no Qatar, de 13 a 19 de outubro.

Nenhum comentário: