23 setembro 2011

Zé Roberto convoca Jaque e dispensa Adenízia


Com Jaqueline, Zé Roberto define grupo para o Sul-Americano



Jaqueline vai defender o Brasil no Sul-Americano (Foto: Divulgação/CBV)


A seleção brasileira feminina de vôlei embarcará neste DOMINGO (25.09) para o Peru, onde, entre os dias 28 de setembro e dois de outubro, disputará o Campeonato Sul-Americano. O time dirigido pelo técnico Zé Roberto embarcará no Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo, a partir das 19h40, no terminal 2, no vôo JJ 8224.


As convocadas: 
Levantadoras: Dani Lins e Fabíola;
Opostas: Sheilla e Tandara
Meios: Fabiana, Juciely e Thaísa;
Ponteiras: Fernanda Garay, Jaqueline, Mari, Natália, Paula Pequeno e Sassá;
Líbero: Fabi

A meio de rede Adenízia, que estava treinando com o grupo no Aryzão, o Centro de Desenvolvimento do Voleibol, em Saquarema (RJ), foi dispensada.
Adenízia ficou de fora do Sul-Americano (Foto: Divulgação/CBV)

Ao todo, oito times disputarão o título da competição. O Brasil está no grupo A, ao lado de Argentina, Chile e Paraguai. Na chave A, estão Peru, Colômbia, Uruguai e Bolívia. 


A estréia brasileira será no dia 28 contra o Paraguai, no ginásio Miguel Grau del Callao. Em seguida, as brasileiras enfrentarão Chile e Argentina, respectivamente. Os dois melhores de cada grupo passarão para as semifinais. 

O Sul-Americano dará até duas vagas para a Copa do Mundo, de quatro a 18 de novembro, no Japão. O campeão estará automaticamente classificado. O segundo colocado disputará a competição caso esteja entre os quatro melhores segundos lugares nas disputas continentais de acordo com o ranking da Federação Internacional de Voleibol. Na Copa do Mundo, os três primeiros colocados estarão classificados para os Jogos Olímpicos de Londres/2012.

Para o técnico Zé Roberto, o Brasil precisa focar suas atenções em três adversários. “O Peru vai jogar em casa e sempre complica. A Argentina evoluiu muito no último ano. Prova disso foi a atuação no Grand Prix. Além disso, também temos que ficar atentos à Colômbia. É uma equipe dirigida por um brasileiro e que conta com jogadoras que atuam no voleibol italiano”, avaliou o treinador brasileiro. 

Esta será a 29ª edição do Campeonato Sul-Americano. O último foi realizado em 2009, em Porto Alegre, e o Brasil foi o campeão. A seleção verde e amarela acumula 27 participações e já conquistou a medalha de ouro 16 vezes, além de ter ficado com a de prata em outras 11 ocasiões. O Brasil só não disputou a competição em 1964.


Fonte: Universo do Volei

Adenízia é a primeira cortada do Brasil

Fonte: Saque Viagem

A central Adenízia será a única atleta da seleção a não embarcar para o Sul-americano. A jogadora acabou cortada da lista final de 14 atletas que viajarão na próxima semana, com destino ao Peru, para buscar a vaga na Copa do Mundo. Das 14, duas delas irão para Lima, mas não serão inscritas no torneio.

Desta forma, a meio de rede nem se reapresentará ao técnico Zé Roberto, na próxima segunda-feira (26), em Saquarema. Participarão do Sul-americano as levantadoras Dani Lins e Fabíola; centrais Fabiana, Thaísa e Jucy; ponteiras Mari, Jaqueline, Natália, Fernanda Garay, Sassá e Paula Pequeno; opostas Sheilla e Tandara, além da líbero Fabi. A estreia da seleção feminina na 29ª edição do Sul americano será às 18 horas (de Brasília) da próxima quarta feira (28), contra o Paraguai, com transmissão ao vivo do canal SporTV. Na sequência, as favoritas ao título enfrentarão Chile e Argentina, em duelos válidos pela primeira fase da competição. Na outra chave estarão Peru, Colômbia, Uruguai e Bolívia. 

Fonte: Saque Viagem



Nenhum comentário: