30 setembro 2011

Brasil ganha da Argentina e joga semi contra a Colômbia no sábado às 19:00



No último dia do mês em que o Brasil se esbaldou em duelos com a Argentina ao ganhar títulos do Sul-Americano de vôlei masculino e do Superclássico das Américas no futebol e ainda garantiu uma vaga na Olimpíada com o basquete masculino após 16 anos de ausência, as meninas do vôlei não iriam decepcionar. No encerramento da primeira fase do Sul-Americano, no Peru, a seleção bateu a Argentina com facilidade: 3 sets a 0, com parciais de 25-19, 25-10 e 25-8.
A primeira parcial começou bem tranqüila para a seleção brasileira diante de adversárias que pareciam nervosas. Logo no primeiro ponto a Argentina desperdiçou um saque, pouco depois a Emilce Sosa deu dois toques ao tentar um levantamento e, antes ainda do Brasil fechar a primeira parcial em 8-4, Boscacci soltou o braço para mandar a bola no meio da rede.
Sem dificuldade o Brasil abriu 15-7, mas as meninas acabaram perdendo a concentração e a Argentina fez quatro pontos seguidos. Antes de esperar o 16º ponto, Zé Roberto Guimarães pediu tempo para dar uma bronca e lembrar que era simples virar a bola. “Joga na Sheilla”, pediu o treinador. O Brasil ainda cedeu mais um ponto, mas depois Sheilla retomou o controle do jogo.
A seleção brasileira seguiu com uma vantagem segura, Thaísa e Fabiana tiveram boas participações pelo meio da rede e o Brasil fechou o primeiro set em uma bola de segunda da levantadora Fabíola: 25-19, em 21 minutos.
No segundo set o Brasil abriu 6-1 em três minutos e manteve até o fim uma vantagem segura, com destaque para a distribuição de jogo de Dani Lins, que explorou bem as viradas de Fabiana e Thaísa, pelo meio e de Sheilla pela ponta.  Depois de abrir dez pontos na segunda parcial do set, com 16-6 no placar, o Brasil fechou em 25-10, em 19 minutos.
No terceiro set do jogo mais difícil para o Brasil e até agora deste Sul-Americano, a Argentina ficou na frente do marcador pela primeira vez, ao abrir 1 a 0. Mas foi só. O Brasil logo empatou e no saque de Mari chegou a abrir 8-1, com boa participação de Fernanda Garay. A partida seguiu controlada, Juciely e Tandara entraram bem e a seleção fechou em 25-8 o terceiro set, após em 18 minutos.
Pela fase semifinal, o Brasil vai encarar neste sábado, às 19h (de Brasília), a Colômbia, que se classificou em segundo lugar no Grupo A, que teve na primeira colocação o Peru, adversário da Argentina também neste sábado, na luta pela outra vaga na final, que será disputa neste domingo, no Peru.


Veja também no Saque Viagem:
Brasil goleia Argentina e fecha em 1º da chave


Tabela Sul-Americano